Primeiramente, vamos entender o que é o trauma.

O trauma pode começar como um estresse intenso que surge em situações percebidas como de potencial ameaça à vida, como acidentes, procedimentos médicos invasivos, abuso sexual, físico ou emocional, situações de negligência, guerras, desastres naturais, perdas, trauma de nascimento, ou situações estressantes recorrentes de medo e conflitos que vão se acumulando com o tempo.

O método Somatic Experiencing® (em português, Experiência Somática) entende que o trauma não é causado pelo evento em si, mas que se desenvolve por uma incapacidade do corpo, da mente e do sistema nervoso de processar estes eventos estressantes. Dr. Peter A. Levine, o psicólogo e biofísico norte-americano que desenvolveu este método, notou que os animais selvagens possuem uma capacidade natural de se refazer biologicamente das situações de estresse e de ameaça à sobrevivência pelas quais passam de forma rotineira. Os seres humanos possuem a mesma capacidade, mas por excesso de racionalizações e julgamentos, acabam perdendo-a parcialmente, resultando em uma série de sintomas físicos e psicológicos que causam sofrimento, e perda de confiança na vida.

O método SE atua sobre o comportamento do sistema nervoso autônomo, por meio da conscientização das sensações corporais relacionadas à situação traumática.

Ao focalizar e direcionar a percepção sensório-motora em seu corpo, o cliente expressa e libera, gradualmente e de forma segura, a hiperativação das energias de sobrevivência que permaneceram presas após o evento que ocasionou o trauma. Desta forma, o cliente pode encontrar um novo significado para seu sofrimento, restaurando assim seu equilíbrio interno, melhorando sua resiliência a situações futuras estressantes, aumentando sua vitalidade e capacidade de se engajar nas atividades da vida.

Como o Praticante de Somatic Experiencing® atua?
O praticante de SE atua de diversas formas e em diferentes locais e situações. Pode prestar primeiros socorros psicobiológicos em casos de desastres, com as vítimas ainda no local ou já passando por atendimento num hospital.
Pode atuar em conflitos de qualquer natureza, intervindo e tranquilizando todos os envolvidos para facilitar um entendimento mútuo.
Pode também tratar terapeuticamente os sintomas associados ao Transtorno de Estresse Pós-Traumático, fazendo sessões em sua sala de atendimento.

Quem pode praticar o método SE?
Profissionais de diversas áreas podem participar dos treinamentos e atuar como Praticantes de Somatic Experiencing® (SEP), desde que obtenham o certificado junto à Associação Brasileira do Trauma.

O método SE é uma ferramenta poderosa para quem já trabalha com atividades que lidam com o trauma, como terapeutas e psicólogos, mas também para os profissionais de saúde em geral, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, pedagogos, assistentes sociais, e outros profissionais que lidam com situações traumáticas e/ou com pessoas traumatizadas ou com potencial de traumatização.

Onde obter o certificado de SEP?
A Associação Brasileira do Trauma é a única representante oficial do SETI para dar treinamentos e certificação SEP na América do Sul. SETI (Somatic Experiencing® Trauma Institute) é o instituto norte-americano que detém os direitos mundiais do método SE. Aqui no Brasil, o programa de formação em SE é realizado em diversas capitais nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Saiba mais sobre a formação em SE

Como eu encontro um Praticante de SE para me tratar?
Você pode realizar uma busca por profissionais próximos ao seu local de residência clicando aqui.